sábado, 25 de outubro de 2014

Acidente envolvendo caminhão e pick-up quase termina em tragédia na BR-343


Por volta das 13h30min deste sábado (25/10), a PRF (Policia Rodoviária Federal) registrou um acidente de transito envolvendo dois veículos, na altura do KM-67, da BR-343, no perímetro conhecido como "Cachorro Seco", trecho que liga Cocal à Buriti dos Lopes.


Um caminhão modelo L-1318, de cor vermelha, com placas de Patos de Minas- MG, carregado de frutas, verduras e hortaliças, ocupado por duas pessoas, seguia sentido Cocal/Parnaíba, quando colidiu, batendo com o canto da carroceria em um carro modelo pick-up Strada, de cor cinza, com placas de Parnaíba-PI, ocupado por quatro pessoas de uma mesma família, que seguia no sentido contrario. Com o impacto, os dois veículos foram parar fora da rodovia. O caminhão capotou e a pick-up ficou presa sobre uma rocha.


Os ocupantes da pick-up são residentes em Parnaíba e tinha como condutor-Francisco das Chagas Fontenele da Cunha, conhecido popularmente como Chaguinha, de 37 anos, que saiu ileso do acidente; seu pai, o senhor José Francisco da Cunha, de 67 anos; sua mãe, a senhora Maria de Jesus Fontenele da Cunha, de 62 anos e sua sobrinha, uma adolescente de 13 anos. Pai, mãe e sobrinha de Chaguinha sofreram ferimentos aparentemente leves e foram socorridos por um veiculo do exercito que passava pelo local e os conduziram ao HEDA (Hospital Estadual Dirceu Arcoverde) em Parnaíba.


Os ocupantes do caminhão trata-se do motorista Francisco Lopes de Sousa, conhecido como Chicão, e seu filho, o jovem Antonio Sergio da Silva Sousa, ambos residentes em Tianguá- Ceará. Chicão sofreu ferimentos leves e foi socorrido por um popular numa caminhonete que passava pelo local e o encaminhou para Tianguá-Ceará.


Uma equipe da PRF foi acionada e esteve no local fazendo o levantamento da ocorrência. O motorista da pick-up disse aos agentes federais que ao avistar o caminhão seguindo no sentido contrario e ainda por cima na contramão, reduziu a velocidade e também foi para contramão, para evitar, assim, uma colisão frontal. Em seguida, o caminhão quase tomba ao bater no acostamento da contramão, momento em que o motorista tenta manobrar de volta ao seu lado da via e bate com o canto da carroceria no seu veiculo. Chaguinha informou ainda, que Chicão disse perante aos envolvidos no episódio, que o acidente se deu pelo fato do mesmo ter cochilado ao volante.

A equipe do SAMU de Cocal foi acionada, mas felizmente não houve vitima com estado de saúde grave.
O jovem Antonio Sergio informou que havia carregado o caminhão em Tianguá-Ceará e seguia viagem com destino à São Luís do Maranhão.

Grupo encontra 150 trabalhadores em situação escrava no Piauí

A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Piauí resgatou 156 trabalhadores de situação de trabalho análogo ao de escravo. O grupo realizava atividades de extração do pó da palha de carnaúba nas regiões de Picos, Ilha Grande do Piauí e Luís Correia. A informação foi divulgada no site nacional do Ministério do Trabalho e Emprego.


A situação era tão degradante que os trabalhadores chegaram a fazer comida em buracos e bebiam água de cacimbas ou rios.

Os auditores fiscais detectaram diversas irregularidades, entre as quais, informalidade, não realização de exames médicos admissionais, falta de instalações sanitárias - trabalhadores faziam suas necessidades fisiológicas realizadas no mato.


Outro flagrante foi a falta de alojamentos - os trabalhadores dormiam ao relento, em redes armadas em árvores-, falta de equipamentos de Proteção Individual, falta de materiais de primeiros socorros, falta de local adequado para preparo e tomada de refeições - a alimentação era preparada em buracos cavados no chão e os trabalhadores se alimentavam sentados no chão ou em troncos de árvores-. Havia falta de água potável - os trabalhadores bebiam água de cacimbas cavadas em leitos de rios e armazenada em tambores de produtos químicos.

Três empresas foram autuadas. O valor aproximado das verbas rescisórias foi de R$ 120.000,00. Como algumas das empresas negaram-se a pagar as verbas devidas aos trabalhadores, Procuradoria Regional do Trabalho (PRT) entrará com ação civil pública na Justiça do Trabalho, com base no relatório da fiscalização.


Flash Yala Sena (Com informações do Ministério do Trabalho)
redacao@cidadeverde.com

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

De moto e com capacetes, bandidos assaltam um homem e levam mais de R$5mil em Cocal

Na manhã desta sexta-feira (24/10), o Lavrador Francisco Rodrigues Leal, conhecido popularmente como 'Chico Liau', de 63 anos, residente na zona rural de Caraúbas do Piauí, foi assaltado na PI-213, que liga Cocal à Placa, e teve uma quantia de R$ 5.560,00 (cinco mil, quinhentos e sessenta reais) subtraída por dois elementos armados, que andavam numa moto Honda Titan, 150cc, de cor preta, usando capacetes e jaqueta preta. 

Foto Ilustrativa| Google Imagens

De acordo com a vitima, por volta das 10:00 horas, ao seguir viagem em sua moto com destino à sua residência, ele foi perseguido e alcançado por dois motoqueiros armados que anunciaram o assalto, forçando assim, sua parada no trecho que compreende o campo de aviação à localidade Santa Barbara (zona rural de Cocal). 

O elemento que conduzia a moto estava armado com um revolver, e o outro, considerado o mais violento, armado com um facão. Ao ser abordado, além do dinheiro subtraído, seu Chico foi agredido com um pano de facão nas costas e teve o pneu traseiro de sua moto cortado à golpes de facão. A vitima informou ainda que o dinheiro havia sido sacado na agencia do Banco do Brasil de Cocal poucas horas antes da ação criminosa. 

Após o delito, a dupla fugiu com destino à Cocal. Já a vitima, ficou esperando por ajuda de populares às margens da rodovia. A Policia Civil veio tomar conhecimento do fato horas depois, após ser informado por um amigo da vitima, que informou ainda, que seu Chico estava muito abalado com o ocorrido e que iria procurar a delegacia para registrar uma queixa na segunda-feira (27).

Multas por ultrapassem indevida podem ficar 900% mais caras

Os apressadinhos no trânsito que se cuidem. As multas por ultrapassagem indevida sofrerão um reajuste a partir de 1º de novembro, pesando ainda mais no bolso dos infratores. A Lei 12.971/2014, sancionada em maio deste ano, estabelecem que as multas por ultrapassagem indevida podem ficar até 900% mais caras a partir de novembro. O valor pode chegar à R$ 1.915,00.


De acordo com a nova legislação, a multa para quem ultrapassar em local proibido, com sinalização, deixará de ser R$ 191,54 e vai custar R$ 957,70. O aumento é de 400%. Já a ultrapassagem pelo acostamento será cobrado os mesmos R$ 957,70 – ante os atuais R$ 127,69 – elevação de 650%. Quem forçar a ultrapassagem vai ser punido em R$ 1.915,40. Este é o maior aumento – 900%. A multa antes do dia 1.º é de apenas R$ 191,54. O mesmo valor será aplicado em casos de “racha”.

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Piauí, somente este ano, 10.646 multas já foram aplicadas à condutores que fizeram ultrapassagem indevida nas rodovias federais. No ano passado, foram 8.235 infrações do mesmo porte. A ultrapassagem em faixa contínua representaram 6.460 das infrações registradas este ano. Ultrapassagem pelo acostamento rendeu 3.143 multas aplicadas pelos agentes da PRF.

Além das multas mais altas, a nova lei estabelece ainda uma punição mais rigorosa. A infração passará a ser considerada infração gravíssima, contabilizando sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Com isso, as punições se enquadram às registradas pela Lei Seca. Com a majoração dos valores e aumento da punição, as autoridades esperam reduzir o número de acidentes causados nas estradas por ultrapassagem indevida.

Os acidentes com colisões frontais registrados nas estradas são os que provocam os maiores percentuais de morte. Segundo dados da PRF, 5% dos acidentes registrados são colisões frontais, provocadas por ultrapassagem indevida. Desses, 30% resultaram em mortes. A legislação também ampliou a punição para os reincidentes. Além de “pesar no bolso”, quem for pego pelo mesmo erro em menos de 12 meses perderá o direito de dirigir por um ano e pagará a multa em dobro.


Fonte: Jornal O Dia


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Escola pobre do Piauí tem 153 medalhas de matemática. Quer saber como?

À primeira vista, parece que uma coisa não combina com a outra. Cocal dos Alves, cidade do interior do Piauí, está entre as 30 cidades com o pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do país. De 0 a 1, o município tem índice 0,498, na posição 5.535, entre 5.565 cidades.

Ao mesmo tempo, Cocal dos Alves possui uma das mais premiadas escolas públicas do país, campeã em diversas olimpíadas do conhecimento e com inúmeras aprovações em vestibulares de universidades públicas do Piauí. A escola de ensino médio Augustinho Brandão foi considerada a instituição estadual com a maior média no Enem 2012 em todo o Estado -- o resultado do Enem 2013 por escola ainda não foi divulgado.

A escola foi considerada a instituição estadual com a maior média no Enem 2012 do Piauí
Como pode uma escola pública ter tantos casos de sucesso em olimpíadas e vestibulares em um local tão carente e desprovido de ajuda? Assim como tudo nesta história, a resposta é ao mesmo tempo simples e um tanto complexa. No caso da escola Augustinho Brandão bastou juntar um grupo de professores cheios de vontade de mudar uma cruel realidade social.

"São 12 anos de estrada. Em 2003, éramos um grupo de jovens professores que simplesmente começou a trabalhar de maneira séria", explica a atual diretora da escola, Aurilene Vieira Brito.

Ao mesmo tempo que implantaram um trabalho intenso em sala de aula, eles foram atrás de qualificação e conhecimento para ensinar – e posteriormente cobrar – os alunos. Tudo isso, enquanto se viravam para lecionar em uma escola sem estrutura.

Em pouco tempo, os professores começaram a notar a diferença. É verdade que, com um ensino mais puxado, as cobranças também se intensificaram. No começo, alguns alunos chegaram até a cogitar desistir da escola, por causa da dificuldade. Mas, algo os motivou a continuar.

Dois anos depois da mudança de mentalidade e de metodologia, um dos professores decidiu inscrever alguns alunos da escola em uma competição de matemática, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).

"Nossos alunos arrebentaram. A Obmep serviu como avaliação do nosso trabalho. Um termômetro que nos mostrou que estávamos no caminho certo", afirma Aurilene.

O professor responsável pela aventura que acabou se tornando um dos maiores casos de sucesso de uma escola no país se chama Antonio Amaral. Quando conversou com a reportagem do UOL, ele estava no Rio de Janeiro, gravando um vídeo de resoluções da última prova da Obmep, a convite da organização da olimpíada.

"Todos os anos, conseguimos premiar quase todos os alunos que participam da Obmep. Mais do que menções honrosas e medalhas de bronze, que mostram que estamos entre as melhores escolas do Piauí, já conquistamos também várias medalhas de prata e ouro, o que prova que nossos estudantes conseguem competir com outros de escolas de todo o país", disse Amaral.

Após o sucesso na OBMEP, com 153 premiações até o momento, a escola começou a inscrever seus estudantes em outras olimpíadas, e já obteve êxito em competições de química, física, robótica, entre outras.

A escola Augustinho Brandão, no Piauí, já conquistou várias medalhas em olimpíadas

Segundo Aurilene, toda esta dedicação dos professores e alunos é pouco recompensada pelo Estado. A preparação para as olimpíadas é feita "na raça", depois do horário de aula, por professores que não recebem nem um centavo a mais para isso.

"Nós preparamos aulas extras nos finais de semana que antecedem as olimpíadas para treinar os alunos. Até o lanche que servimos sai do nosso bolso. Se tem resultado, é porque damos a cara a tapa. De cima para baixo, nada acontece", desabafou.

Vestibular

Apesar do ótimo desempenho na Obmep, o maior motivo de orgulho da escola é o bom resultado em vestibulares.

Os vestibulandos da Augustinho Brandão têm entre 70 e 80% de aprovação. Em 2010, segundo a diretora, todos os alunos que prestaram vestibular passaram. Até hoje, três estudantes foram aprovados no curso de medicina. O sucesso é tanto que, em Teresina, capital do Estado, existe uma república de estudantes formada somente de ex-alunos do colégio de Cocal dos Alves.

São esses estudantes que saem para estudar na capital que incentivam quem está entrando agora a se dedicar no ensino médio. São eles, também, que estão começando a mudar o panorama de pobreza do município.

"O psicólogo e o fisioterapeuta da cidade são ex-alunos nossos. Esses profissionais viram exemplos para quem está agora na escola. Mesmo quem ainda não se formou, mas está em um curso de ponta, já é visto como alguém que mudou de vida na cidade. Alguém que ascendeu socialmente", contou o professor Amaral.

Antigamente, o grande objetivo dos estudantes de Cocal dos Alves era se formar no ensino médio para tentar a vida no Rio de Janeiro. Agora, os jovens almejam ir para a capital do Estado se formar para, depois, retornarem à cidade natal em busca de melhorar a vida da população, contam os professores.

"Um de nossos orgulhos é um estudante que está no oitavo semestre de engenharia civil na UFPI [Universidade Federal do Piauí], em Teresina. Ele era um aluno bom, dedicado, mas extremamente carente. Só recentemente, sua casa recebeu luz elétrica graças a um programa do governo federal", disse Amaral.

Confira as promoções do SE LIGA PARAÍBA desta sexta-feira

Não Perca as Super Ofertas do 'Se Liga Paraíba', promoções imperdiveis somente nesta sexta-feira, 24 de outubro. 

Veja alguns dos nossos produtos/preços:

* FORNO FARE 38 LITROS ELÉTRICO. 1600 WATS DE POTENCIA COR PRETO POR APENAS R$239,00 A VISTA OU 1+11 DE V29,30

*CHURRASQUEIRA. FISCHER  GRILL POR APENAS R$124,90 A VISTA OU 1+5 DE R$ 25,00

* FOGÃO CONTINENTAL ASTRA 4 BOCAS POR APENAS R$ 339,00 A VISTA OU 1+11 DE R$ 41,50


* TV. PAN. LED TC-L32B6B GINGA HD USB 2HDMI 32 POLEGAS R$ 879,00 À VISTA OU 1+11 DE R$ 107,50


Localizado na Rua Travessa Miranda S/N, Centro, Cocal Piauí
Att: Gerente Carlinhos

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Juiz de Viçosa do Ceará condena Expresso Guanabara a idenizar passageira

Imagem ilustrativa | Fonte: Google Imagens
A Expresso Guanabara foi condenada a indenizar uma passageira por interromper viagem, de madrugada, em estrada perigosa no interior cearense. A decisão é do juiz Rafael Lopes do Amaral, da Vara Única de Viçosa do Ceará, distante cerca de 370 quilômetros da Capital.

De acordo com os autos, em 21 de julho de 2011, a passageira viajava em ônibus da linha Fortaleza/Viçosa do Ceará, quando, por volta das 3 horas da madrugada, o veículo parou na estrada em virtude da falta de combustível. Somente às 8h30 da manhã, o transporte foi reabastecido e conseguiu prosseguir viagem.

Em agosto do mesmo ano, ela ajuizou ação na Justiça com pedido de indenização. Alegou que a Expresso Guanabara agiu com negligência, expondo os passageiros a situação de risco e constrangimento. Devidamente notificada, a companhia não apresentou contestação.

Pagamento

Ao julgar o caso, o juiz determinou o pagamento de R$ 3 mil, a título de danos morais. O magistrado entendeu que a passageira sofreu constrangimento “quando da parada súbita do ônibus em local ermo de estrada perigosa, em plena madrugada e o consequente e relevante temor dos riscos inerentes a este tipo de situação, como assaltos e acidentes automobilísticos”.


Fonte: O Estado

terça-feira, 21 de outubro de 2014

URGENTE: Família cocalense vítima de acidente de transito precisa de sua ajuda

Familiares do lavrador Francisco de Assis de Sousa, conhecido como 'Pantico', de 42 anos e de sua esposa, a dona de casa Srª Santana Gomes da Silva, de 39 anos, vem lutando incansavelmente com a ajuda de amigos para cuidar do casal que se encontram imobilizados e internados em hospitais depois de serem vitimas de um acidente de transito ocorrido na estrada que liga Cocal à Santos Hilário, no dia 09 de outubro deste ano. CLIQUE AQUI E REVEJA



A senhora Santana está internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde aguarda pelo SUS (Sistema Único de Saúde) para passar por uma cirurgia na perna esquerda, fraturada em três lugares e uma cirurgia na bacia. De acordo com informações de familiares, o valor das cirurgias da Srª Santana em um hospital particular chega a uma quantia de mais de R$ 60.000 (sessenta mil reais). Devido a gravidade dos ferimentos, Dona Santana está muito debilitada e sua principal alimentação é água de coco.

O senhor Francisco está internado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde em Parnaíba, onde passou na ultima sexta-feira (17), por uma cirurgia no fêmur da perna esquerda e na tarde desta terça-feira (21) por uma cirurgia no braço esquerdo. Ele também está se recuperando de uma perfuração no pulmão e de uma hemorragia interna, ocasionados pela fratura de cinco costelas. Enquanto isso, Francisco segue internado sem previsão de receber alta.



Amigos e familiares estão se dividindo entre trabalhar e cuidar do casal, que neste momento difícil precisa de cuidados constantes. A família que é de origem humilde faz um apelo à população para que os ajudem financeiramente com qualquer quantia, pois o gasto está sendo muito alto com fraldas, água de coco, alimentação dos acompanhantes e demais despesas.



Interessado em ajudar, por favor, entrar em contato com a senhora Francisca das Chagas dos Santos, conhecida popularmente como 'Dona Chaga do Mercado'. Ela é irmã de Dona Santana e reside na Rua Pedro de Brito Neto, nº851, Bairro São Francisco em Cocal, ou se preferir, deposite qualquer valor na Conta do Banco do Brasil abaixo:

Conta Poupança: 13.806-1
Agencia: 1.777-9
Titular: Francisca das Chagas dos Santos.


Acesse também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...