BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

DUPLA FORÇA parto e sequestra bebê da filha de radialista da Meio Norte

Carla Brito, filha do apresentador e radialista da Rede Meio Norte, Paulo Brito, foi sequestrada na manhã desta sexta-feira (24/07), no centro de Teresina, e teve o bebê levado por dois criminosos após ter o parto forçado. Antes de fugirem, os criminosos ainda cortaram o cabelo de Carla e a abandonaram em uma estrada próximo ao povoado Brejinho, em Caxias (MA).


Em entrevista ao vivo na TV Meio Norte, o delegado Paulo Nogueira, que irá acompanhar as investigações, contou que Carla está bastante abalada, mas passa bem. Ela se internaria hoje na clínica Santa Fé onde teria a primeira filha, mas enquanto caminhava pela rua Álvaro Mendes, no centro de Teresina, foi abordada por dois criminosos que a obrigaram seguir até a estrada entre Timon e Caxias, onde lá a obrigaram a fazer o parto.

Carla contou ao delegado que os criminosos usavam uma arma brilhante, cromada, usada para lhe render. Eles informaram que ela deveria entrar no táxi e seguir até o povoado Brejinho. E ameaçaram que se, ela desviasse o caminho, os criminosos matariam ela e o taxista.

Para a polícia, Carla contou que ao chegar no Brejinho os criminoso a acompanharam enquanto ela pagava e descia do táxi, e depois a colocaram em outro veículo. Eles a levaram até o local onde ela foi obrigada a fazer o parto. Com algum objeto, que o delegado não precisou, eles cortaram a placenta e retiraram o bebê. Ela ainda tenta correr, mas é alcançada e os bandidos ainda cortam seu cabelo.

Sobre o bebê, Carla acredita que a criança tenha morrido. "Ela nos disse que o bebê estava roxinho, não ouviu ele chorar, estava molinho, ela acha que já estava morto", contou o delegado na TV.



A polícia trabalha agora para tentar identificar o taxista que a levou para Caxias, bem como o veículo usado pelos criminosos, para tentar localiza-los. A polícia tem poucas esperanças de encontrar o bebê ainda com vida.

A motivação para tanta crueldade também será investigada. "Precisamos saber qual a motivação, até porque esse caso é atípico, forçar o parto de um bebê. O Paulo Brito é apresentador, muito polêmico e realmente pode ter inimigos, mas isso a gente tem de checar", disse o delegado Paulo Nogueira.


Nenhum comentário: