BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Bandidos armados realizam dois assaltos em menos de 24 horas na cidade de Cocal

Moradores de Cocal e de localidades rurais fronteiriças as cidades vizinhas, estão preocupados com o crescente número de roubos cometidos na região nos últimos dias. Os relatos de assaltos praticados por criminosos armados têm como alvos preferenciais motociclistas e estabelecimentos comerciais. 

Dois assaltos a mão armada, um na zona rural e outro na sede do município de Cocal ocorreram em menos de 24 horas; ressaltando que durante a manhã de ontem (23/08) a polícia já havia registrado um roubo a uma joalheria no centro da cidade (clique aqui e reveja).


Dos dois últimos assaltos registrados, o primeiro aconteceu por volta das 18h30min desta terça-feira (23/08), no povoado Sitio dos Pereira, zona rural de Cocal. Uma mulher conduzindo uma motocicleta Honda Pop 100, chegava em casa quando foi abordada por dois elementos em uma motocicleta Honda CG Titan, de cor preta, na qual o garupa armado com um revólver anunciou o assalto e levou o veiculo ocupado pela vitima. Na sequência os bandidos, cada um em uma moto, fugiram tomando rumo ignorado.

No segundo caso, registrado por volta das 08:00 horas desta quarta-feira (24/08), um ladrão de aproximadamente 40 anos, se passou por cliente na loja de confecções "Lu Fashion Variedades", localizada no Bairro São Pedro, de fronte ao Sport Clube, e com um revólver em punho anunciou o assalto e subtraiu uma quantia de R$ 55,00 (cinquenta e cinco reais) em dinheiro, oito frascos de perfume das marcas 'O Boticário' e 'Natura', dez camisas, duas bermudas e uma mochica. Após o roubo ele fugiu pilotando uma motocicleta Honda CG Titan, de cor cinza. 


Esse aumento no número de roubos é confirmado pelas Polícias Civil e Militar. "Mesmo com um constante trabalho preventivo realizado pelas instituições de segurança lotadas no município; os fatores que influenciam o crescimento de roubos estão relacionados ao tráfico e consumo de drogas, agravados ao reduzido número de viaturas e efetivo policial, além da sensação de impunidade em relação às leis, o que acaba influenciando a criminalidade", destacou um policial.

Nenhum comentário: