BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Robert Rios repudia promotores que proíbem acesso do povo às convenções partidárias

Ao ocupar hoje (2) a tribuna, o deputado Robert Rios (PDT) denunciou que alguns membros do Ministério Público Eleitoral estão impedindo que o povo participe das convenções partidárias no interior do Estado, o que não tem base legal. Ele afirmou que essa decisão dos promotores é um absurdo, pois, segundo ele, a convenção é uma festa da democracia e deve contar com a participação popular já que se trata de um evento público e não privado.

Robert Rios disse que acreditar que o chefe do Ministério Público Eleitoral no Piauí não tem conhecimento dessa medida adotada em alguns municípios, onde os políticos se encontram amedrontados com as ameaças de que podem perdem o registro de suas candidaturas. “Geralmente, esses candidatos são pessoas simples, que deixaram suas roças para contribuir com a democracia e não sabem como agir diante de situações como essa”, acrescentou ele.



Em aparte, o deputado Luciano Nunes (PSDB) concordou com Robert Rios, assinalando que o povo é o dono das convenções partidárias, que é uma festa. O deputado Rubem Martins (PSB) manifestou preocupação com as medidas adotadas pelos promotores de alguns municípios e sugeriu que o chefe do Ministério Público seja convidado para comparecer à Assembleia Legislativa para tratar do assunto com os parlamentares.

O deputado João Madison (PMDB) declarou que uma promotora de Corrente proibiu qualquer pessoa, que não fosse candidato ou membro do partido, de participar da convenção do PMDB naquela cidade. “Até mesmo familiares de candidatos foram impedidos de ter acesso ao local da convenção”, disse o parlamentar que apresentou requerimento pedindo informações ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, desembargador Joaquim Santana, sobre a participação do povo nas convenções.


Robert Rios solicitou ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (PMDB), que seja marcada uma audiência para que uma comissão de deputados converse com o presidente do TRE sobre o assunto. Antes de finalizar seu discurso, ele parabenizou o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Erivan Lopes, pela decisão de acabar com o pagamento acumulado de diárias destinado aos magistrados piauienses.

Por J. Barros - Edição: Caio Bruno /Alepi-PI

Nenhum comentário: