BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Christiana Gomes é a nova titular da Defensoria Pública Regional de Cocal

A Defensora Pública, Dr.ª Christiana Gomes Martins de Sousa assumiu no dia 05 de fevereiro deste ano, a titularidade da Defensoria Pública Regional da Comarca de Cocal, que também abrange a vizinha cidade de Cocal dos Alves, região Norte do Estado do Piauí. Ao mesmo tempo em que, o Defensor Público, Dr. Ricardo Moura Marinho, deixou de ser o titular da referida Comarca ao ser removido para a 4ª Defensoria Pública (Execução Penal) do município de Floriano, localizado na região Centro-Sul do Estado.

Na imagem: Defensora Pública, Dr.ª Christiana Gomes Martins de Sousa
A vinda da Dr.ª Christiana Gomes, que atuava na Comarca do município de Corrente, localizado no Sul do Estado, para o município de Cocal; e a remoção de Dr. Ricardo Marinho para a cidade de Floriano, ratifica a política de expansão da entidade e obedece os critérios estabelecidos no último Concurso de Remoção dos Defensores Públicos realizado pela Defensoria Pública Geral (DPG), na pessoa de Francisca Hildeth Leal Evangelista Nunes, DPG do Piauí.
A Defensoria Pública Regional de Cocal, inaugurada no dia 05 de julho de 2016 (CLIQUE AQUI E REVEJA), com pouco mais de 07 meses de instalação já contabilizava na manhã desta terça-feira (21/02), precisamente 1.146 (um mil, cento e quarenta e seis) atendimentos, entre causas cíveis e criminais, atingindo um percentual de quase 165 atendimentos mensais. 

Na imagem: Defensor Público, Dr. Ricardo Moura Marinho
Antes de deixar a Comarca de Cocal, Dr. Ricardo Marinho declarou a amigos e pessoas mais próximas que ficou entusiasmado com a acolhida calorosa que teve por parte da população local. Frisando a tranquilidade de deixar os trabalhos da Defensoria Pública de Cocal nas mãos de uma pessoa muito competente e profissional. 
A Defensoria Pública tem um papel muito importante no tocante ao direito do cidadão, principalmente do mais humilde. Nós que fazemos parte dessa instituição buscamos incansavelmente possibilitar garantias individuais, promovendo assim justiça social através da assistência jurídica gratuita prestada a milhares de pessoas pobres na forma da lei, que não têm condições de contratar um advogado para a garantia de seus direitos perante a justiça” disse Dr. Ricardo Marinho.

Nenhum comentário: