BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

terça-feira, 21 de março de 2017

Profissionais da saúde realizam ação sobre os cuidados com a tuberculose em Cocal

Na próxima quinta-feira, dia 23 de março, a Prefeitura de Cocal, através da Secretaria Municipal de Saúde, irá oferecer para toda a população orientações sobre os cuidados com a tuberculose. A ação será realizada na Praça da Matriz, a partir das 8 horas. A ação é alusiva ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose, celebrado no dia 24 de março.

Jefse Vinnute, secretário municipal de Saúde, explica que a ação é aberta para toda a comunidade, em especial, para as pessoas que já foram diagnosticadas com a doença, através da rede de atenção básica de saúde de Cocal.


“Todos os profissionais da atenção básica em saúde de Cocal estarão engajados nessa estratégia, que também inclui todos os médicos, enfermeiros, nutricionistas e fisioterapeutas da rede municipal”, frisa Jefse Vinnute.

Na ação, também será feita a verificação de pressão arterial, glicemia capilar, avaliação antropométrica, índice de massa corporal e aplicação de flúor dentário. A comunidade também participará de palestras sobre alimentação.

A tuberculose

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões. A transmissão da tuberculose é direta, o doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotículas de saliva que podem ser aspiradas por outro indivíduo.
De acordo com o Ministério da Saúde, os sinais e sintomas mais frequentes são: tosse seca ou com secreção por mais de três semanas, podendo evoluir para tosse com pus ou sangue; cansaço excessivo; febre baixa; suor noturno; falta de apetite; emagrecimento acentuado e rouquidão.

Prevenção e tratamento

A vacina BCG é obrigatória para menores de um ano, pois protege as crianças contra as formas mais graves da doença. A melhor forma de prevenir a transmissão da doença é fazer o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível. Com 15 dias após iniciado o tratamento, o paciente já não transmite mais a doença. O tratamento deve ser feito por um período mínimo de seis meses, diariamente e sem nenhuma interrupção.

Nenhum comentário: