BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quinta-feira, 2 de março de 2017

Quatro pessoas da mesma família são condenadas por tráfico de drogas em Cocal

Quatro réus da mesma família denunciados pelo Ministério Público por envolvimento nos crimes de tráfico de entorpecentes e corrupção de menores foram julgados no dia 21 de fevereiro de 2017. A sentença condenatória foi proferida pelo Dr. Carlos Augusto Arantes Júnior, juiz titular da Comarca de Cocal, no município localizado na região Norte do Estado do Piauí.


Os sentenciados são: Maria Sueli Rodrigues da Silva, de 55 anos, e seus filhos, o jovem Francisco Daniel da Silva Amorim, de 21 anos, e Francisco Sena Rodrigues da Silva, o 'Sena', de 27 anos, e a esposa de Sena, a senhora Francidalva Ribeiro de Sousa, de 26 anos. Os três primeiros (mãe e dois filhos) encontram-se custodiados na Penitenciária Mista de Parnaíba desde o dia em que foram realizadas as suas respectivas prisões.


A senhora Sueli, juntamente com o seu filho Daniel e sua nora Francidalva foram presos durante operação da Polícia Civil deflagrada no dia 13 de agosto de 2014 (CLIQUE AQUI E REVEJA). Cinco meses depois, no dia 27 de janeiro de 2015, a Policia Militar capturou Sena em cumprimento a um mandado de prisão (CLIQUE AQUI E REVEJA).

SENTENÇAS

A senhora Maria Sueli Rodrigues da Silva teve a pena condenatória estabelecida em 10 (dez) anos, 03 (três) meses e 20 (vinte) de reclusão a ser cumprindo inicialmente em regime fechado e ao pagamento de 1521 (um mil, quinhentos e vinte e um) dias-multa. Para ela foi negado o direito de recorrer da decisão em liberdade. Cada dia-multa equivale a 1/30 (um trigésimo) de um salário mínimo vigente a época do fato.

Na foto: Francisco Daniel (camisa verde) e sua mãe, a senhora Maria Sueli 
O jovem Francisco Daniel da Silva Amorim, teve a mesma condenação de sua genitora, fixada em 10 (dez) anos, 03 (três) meses e 20 (vinte) dias de reclusão a ser cumprido inicialmente em regime fechado e ao pagamento de 1521 (um mil, quinhentos e vinte e um) dias-multa. Para ela também foi negado o direito de recorrer da decisão em liberdade.

O réu Francisco Sena Rodrigues da Silva, o 'Sena', foi condenado, definitivamente a uma pena de 11 (onze) anos e 08 (oito) meses de reclusão a ser cumprido inicialmente em regime fechado e ao pagamento de 1691 (um mil, seiscentos e noventa e um) dias-multa. A justiça negou para ele o direito de recorrer da decisão em liberdade. 

Sena foi condenado recentemente a uma pena superior a 22 anos de reclusão. (CLIQUE AQUI E REVEJA

Na Foto: Francidava Ribeiro e seu esposo Francisco Sena, o "Sena"
A esposa de Sena, Francidalva Ribeiro de Sousa, após (01) um ano e (06) meses de reclusão no presídio de Parnaíba, teve a prisão preventiva substituída pela prisão domiciliar e ficou a disposição da justiça em Cocal. Ela teve a sentença fixada em 04 (quatro) anos, 10 (dez) meses e 10 (dez) dias de reclusão e ao pagamento de 505 (quinhentos e cinco) dias-multa. 


Ao contrário dos outros 03 (três) réus, a justiça estabeleceu a Francidalva o regime semiaberto como o adequado ao inicio do cumprimento da pena. Considerando o fato de que após a revogação da prisão preventiva a acusada não praticou nenhum fato que demonstre a necessidade de voltar ao sistema prisional, a ela ainda foi concedido o direito de recorrer da sentença em liberdade, bem como extinguida a medida cautelar de recolhimento domiciliar e as demais condições impostas.

CLIQUE AQUI e confira na íntegra a primeira parte da sentença
CLIQUE AQUI e confira na íntegra a segunda parte da sentença

Nenhum comentário: