BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Pesquisadores alemães estudam sobre elevado número de acidentes de trânsito no Piauí

Nas últimas décadas os acidentes de trânsito configuram um dos maiores desafios em diversos âmbitos. Estes representam vidas perdidas ou sequelas que interferem na qualidade de vida, em especial na população jovem e em idade produtiva. Além disso, a taxa de mortalidade por acidentes de trânsito do Piauí é a maior do Nordeste. 

Diante desses indicadores, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Greifswald, na Alemanha, chegaram nesta quarta-feira (21) ao Piauí no intuito de estudar sobre a temática no Estado. As pesquisas serão realizadas em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SESAPI), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI).


“Por meio desses estudos em parceria, procuramos uma maneira de reduzir e minimizar o número de acidentados no Piauí. A Secretaria de Estado da Saúde está trabalhando com o apoio a essa pesquisa e participando ativamente do projeto”, comenta Telmo Mesquita, coordenador da Rede de Urgência e Emergência (RUE) do Estado.

A Universidade e pesquisadores de Greifswald são renomados mundialmente, possuindo uma moderna estrutura hospitalar. “Já realizamos pesquisas com a temática em outros países, temos muito interesse em trazer benefícios reais, além de possibilitar mais trocas de conhecimentos e experiências entre Alemanha e Piauí”, comenta o Pós-Dr. Axel Ekkemkamp, especialista em trauma e cirurgias de reconstrução. 

Os pesquisadores focarão os estudos em Teresina e em Picos, pra onde seguem no sábado (24), para uma visita ao Hospital Regional Justino Luz, para conhecer a dinâmica de atendimento. Picos destaca-se pelo elevado número de acidentados por trânsito, sendo um dos municípios que registrou o maior número de óbitos em 2016 por acidentes de trânsito (28 óbitos). 

A parceria irá proporcionar também mais intercâmbios acadêmicos, em diversos níveis, entre Alemanha e Piauí, proporcionando qualificação de excelência para os profissionais que atuam e atuarão com a saúde no Estado. Essa troca de conhecimentos com os pesquisadores alemães já acontece desde 2008, o Hospital UKB, em Berlim, já recebeu equipe do Piauí para intercâmbio. 

Muitos recursos financeiros são investidos para o atendimento e recuperação de acidentados de trânsito. Somente em gastos com a saúde pública, o estado do Piauí destinou, em 2016, R$7.195.699,00 para despesas de pacientes vítimas de acidentes de trânsito internados em hospitais. As causas externas, incluindo as vítimas de acidentes de trânsito, estão em segunda posição quanto às internações hospitalares, numa evolução crescente de 2010 a 2016.

De 23.751 pessoas internadas em 2016, 7.125 foram vítimas de acidentes de trânsito, o que representa 30% daquele universo, implicando em custos significativos para o tratamento de pessoas acidentadas.

Segundo o médico Gerardo Mesquita, referência em traumatologia no Piauí, “Teresina é a 5º capital brasileira com mais acidentes de trânsito. Essa pesquisa é de alta relevância e terá resultados em todo o país, podendo ser utilizada posteriormente por outras grandes capitais”. Os recursos para pesquisa serão investidos pela Universidade de Greifswald e Governo do Estado.

Nenhum comentário: